Glauco Almeida

Dr. Glauco em Procedimento Cirúrgico.

A Rinoplastia é uma especialidade muito particular do Dr. Glauco Almeida.Devido a sua dupla formação (Cirurgia Plástica e Otorrinolaringologia), e na condição de membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e daAssociação Brasileira de Otorrinolaringologia, possui formação única no Brasil. Com enorme experiência na realização deste procedimento, realizou mais de 3000 (três mil) cirurgias de nariz nos últimos 15 anos.

 

 

FILOSOFIA

O conceito da rinoplastia foi reformulado completamente nas últimas duas décadas, e três foram os motivos principais:

  1. A incorporação de novas tecnologias de visualização intra-operatória;
  2. A mudança nos padrões estéticos de beleza;
  3. O tratamento concomitante da função nasal durante a rinoplastia.

 

Com relação às tecnologias, hoje realizamos cirurgias sob a visualização de endoscópios acoplados a micro câmeras de alta definição, possibilitando uma fabulosa visualização de toda a cavidade nasal. Isto foi responsável por grande desenvolvimento nas técnicas de tratamento da função nasal, utilizando-se técnicas minimamente invasivas, muito eficientes e sem a utilização dos terríveis tampões nasais do passado. Todos os nossos pacientes recebem o tratamento de desvios de septo, hipertrofia de conchas nasais, obstrução nasal e sinusites, no mesmo momento da rinoplastia.

 

Com relação à mudança nos padrões estéticos , notamos que antigamente a rinoplastia era basicamente uma cirurgia de redução nasal e associada a vários estigmas. Facilmente notavam-se quem tinha realizado uma rinoplastia devido à remoção excessiva de estruturas nasais, resultando em um nariz muito pequeno e curto, além de obstruído, ou seja, um aspecto artificial e disfuncional. O conceito moderno é o de REMODELAÇÃO NASAL e não de apenas redução, pois os padrões atuais de beleza pedem narizes maiores e mais naturais, porém, delicados, e com prioridade na preservação da função respiratória nasal.

 

A rinoplastia pode ser realizada de forma “aberta” ou “fechada”, conforme a preferência do cirurgião e as características do nariz a ser operado. Utilizamos a técnica aberta e estruturada em 70% de nossos casos e a técnica fechada no restante.

 

Muito mais importante do que a técnica utilizada ( aberta ou fechada ) ou ( redutora ou estruturada ), é o DIAGNÓSTICO DAS ALTERAÇÕES ESTÉTICAS DE CADA NARIZ E O SEU ADEQUADO TRATAMENTO

 

a parte mais importante da cirurgia, para que não se produzam narizes iguais em todos os pacientes. A análise das proporções faciais de cada paciente influencia muito na programação de cada rinoplastia.

 

O rosto, por meio dos músculos da expressão, revela nosso estado de ânimo; além disto, em muitos casos, nossa herança genética é colocada em evidência ( cor da pele, olhos, cabelos, formato do nariz, etc.), que identificam as origens raciais, mas, sobretudo, entre milhões de congêneres, nos individualizam.

 

Dentre todas as cirurgias plásticas estéticas, a rinoplastia é a cirurgia mais delicada e que necessita de um cirurgião plástico especialista neste procedimento, para que se tenha a segurança de que se obterá um bom resultado. Acreditamos ser fundamental escolher um profissional que saiba realizar tanto a parte funcional quanto a estética, pois não faz sentido operar com alguém que não entenda ou saiba tratar uma das duas partes.

 

Considera-se um cirurgião plástico experiente em rinoplastia aquele que tenha realizado pelo menos 500 rinoplastias.